Menstruações com o DIU-HORMONAL

Nos primeiros 3 a 6 meses após a aplicação do Mirena, o endométrio não prolifera. Durante fase de adaptação as mulheres podem apresentar escassas perdas hemáticas que não devem constituir motivo de preocupação e à medida que o endométrio se adapta à presença do dispositivo as menstruações tornam-se curtas, escassas e podem mesmo não surgir.

Raramente o Mirena® associa-se a perdas hemáticas mais abundantes. Se notar estas alterações deve contactar o seu médico assistente.

Deve ter um calendário para marcar a evolução das perdas hemáticas.

A fim de 1 ano, uma em cada 5 mulheres fica sem perdas menstruais.

A ausência das perdas menstruais é normal e constitui o efeito hormonal sobre o endométrio, não deve ser uma preocupação de gravidez; no entanto se persiste com dúvidas deve realizar um teste de gravidez sendo recomendável não repetir de forma sistemática. O Mirena é um dos métodos de contraceção mais eficazes. Se apresentar sintomas como tensão mamária e náuseas, deve contactar o seu médico assistente imediatamente.

As figuras seguintes mostram as menstruações com e sem o Mirena®:

Menstruation_vergleich-pt