35 anos de fertilidade

Uma mulher experimente cerca de 35 anos de vida fértil (desde a primeira menstruação que ocorre entre os 11 e os 15 anos, até a menopausa aos 50 anos)..

Existe assim, um longo período e tendo em conta que os casais atualmente querem ter em média 1 a 2 filhos, 35 anos de fertilidade é um longo período para o controlo da natalidade e mesmo com os atuais métodos de contraceção, nem todos são utilizados de forma adequada. A prevenção eficaz da gravidez é mais difícil porque a fisiologia da sexualidade não possui regras racionais, as relações sexuais podem ser ponderadas quando as pessoas pretendem esquecer outros aspetos da sua vida. Existem na realidade outros métodos de evitar uma gravidez, preservativos, diafragmas, “temos cuidado” que podem não ser eficazes; existem ainda métodos que requerem disciplina na utilização (toma regular da pílula, avaliação do muco cervical) e as necessidades diárias em 35 anos de vida fértil podem dificultar tal disciplina.

Por isso, os métodos de longa duração têm aumentada a utilização, para além da respetiva reversibilidade (dispositivos e implantes). Conferem eficácia na contraceção, permitem uma atividade sexual espontânea e não necessidade de lembrete.

O dispositivo intra-uterino hormonal é recomendado nas mulheres em qualquer estádio da sua vida reprodutiva e possui a vantagem de diminuir o volume das perdas menstruais ou inclusivamente de não existirem perdas menstruais.