Quando completou o planeamento familiar

Muitos casais pretendem ter 2 filhos. Portanto, depois do segundo filho, os casais consideram a família como completa e surge a questão sobre contraceção de longa duração. Habitualmente as mulheres possuem 10 a 20 anos de idade fértil, portanto necessitam de contraceção eficaz. A laqueação tubária é uma opção quase definitiva. No entanto, se a mulher decidir engravidar novamente, na presença da esterilização cirúrgica as possibilidades são muito limitadas.

A esterilização cirúrgica da mulher ou do homem é uma opção mas não possui eficácia contracetiva de 100%. Existem resultados de estudos que demonstram a ocorrência de 5 casos de gravidez por cada 1000 mulheres operadas.

Nas mulheres que consideram a família como completa, o dispositivo hormonal possui a vantagem de ser retirado em qualquer altura; a gravidez pode ocorrer após a remoção do dispositivo.
O dispositivo hormonal é tão eficaz como a esterilização cirúrgica das mulheres: com o Mirena os resultados mostram 2 casos de gravidez em 1000 mulheres por ano; algumas mulheres podem apresentar alterações no volume e na duração das perdas menstruais. Estes aspetos podem explicar porque é que atualmente a maior parte das mulheres preferem utilizar o Mirena® em vez da laqueação das trompas.

Mirena® e a esterilização cirúrgica
Efetividade 2 mulheres em 1000 podem surgir com gravidez no intervalo de tempo de 1 ano 5 mulheres em 1000 podem ter uma gravidez não planeada no intervalo de 1 ano
Reversibilidade da contraceção?

Sim, é possível uma gravidez em qualquer altura Decisão essencialmente irreversível; a reversibilidade é mais difícil
Menos perdas menstruais e menos dor durante as menstruações

Sim Não
Risco associados à cirurgia Não Sim
Custos: Depende do sistema de saúde do país onde vive; 500 a 600 euros no máximo Aproximadamente 800 euros