Remoção do DIU-HORMONAL

O reservatório hormonal do Mirena liberta gradualmente pequenas quantidade da hormona semelhante à progesterona na cavidade uterina; com o tempo, esta reserva diminui e o dispositivo pode perder a eficácia. É recomendável que o Mirena seja trocado ao fim de 5 anos.

Pode retirar o Mirena em qualquer altura e o seu médico removerá o dispositivo tracionando gentilmente os fios com uma pinça adequada.

Para evitar dor pode haver a necessidade de recorrer aos mesmos procedimentos da colocação (ver colocação do Mirena).
Embora a remoção seja um procedimento simples, pode ser dolorosa quando o colo do útero está encerrado. Se apresentar perdas menstruais regulares com o Mirena, pode removê-lo durante as perdas hemáticas.

Após a remoção do Mirena, não existe proteção em relação à gravidez e esta pode ocorrer imediatamente: A maior parte das mulheres fica grávida poucos meses depois da remoção do dispositivo, se não utilizar nenhum outro método de contraceção (ver Fertilidade após o Mirena).

Se não pretende engravidar deve utilizar um método de contraceção imediatamente após a remoção do Mirena.