Consulta

O dispositivo intra-uterino de libertação hormonal (DLIU LNG Mirena® ) é um método muito eficaz de contraceção com um índice de Pearl inferior a 1 (0,2 casos de gravidez em 100 mulheres por ano).

A maioria das mulheres que utilizam este dispositivo possui uma continuidade elevado do mesmo, 90% depois de 3 anos de aplicação.

O aconselhamento antes da aplicação do dispositivo é um importante fator para a taxa de continuidade. A satisfação das mulheres que utilizam este dispositivo depende essencialmente da informação prévia à aplicação e o esclarecimento em relação a potenciais efeitos secundários.

É essencial que o efeito sobre as perdas menstruais seja detalhadamente esclarecido:

  • No fim do primeiro ano de utilização, a maioria das mulheres menstrua 1 a 2 dias por mês e metade das mulheres pode não ser menstruada. Sob o ponto de vista médico, trata-se duma vantagem e algumas mulheres aceitam de forma adequada. No entanto, existem mulheres que admitem a ausência da menstruação como um desafio à sua identidade.
  • Por isso é que algumas mulheres podem recusar a aplicação do dispositivo Mirena®.
    Existe outras mulheres que podem surgir com irregularidades menstruais (tipo spotting). Estas são frequentes nos primeiros 3 a 6 meses após a aplicação e tendem a diminuir com a duração da utilização. Raramente poderá haver necessidade de medicação complementar o mesmo remover o dispositivo.

.